RV+

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

TUMOR ADENOMATOIDE DE EPIDIDIMO

Resumo

Introdução: Paciente CLR, masculino, 46 anos, encaminhado ao serviço de Urologia da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte devido ao surgimento e crescimento progressivo de nódulo doloroso em bolsa escrotal à direita, há cerca de um ano. Propedêutica com ultrassonografia evidenciou nódulo sólido paratesticular direito, com hipervascularização ao Doppler, medindo 19x14x14mm. Proposta exploração cirúrgica.
Objetivo: Relatar caso de paciente apresentando tumoração paratesticular e diagnóstico de tumor adenomatóide de epidídimo.
Material e Método: Dados foram obtidos do prontuário do paciente.
Resultado: Cirurgia realizada em abril/2017. Evidenciado nódulo sólido, pardo-amarelado, de 2cm de diâmetro, localizado na cabeça do epidídimo direito, sem comprometimento do testículo ipsilateral. Optado pela realização de epididimectomia, com preservação do testículo. Os exames anatomopatológico e imunohistoquímico revelaram se tratar de tumor adenomatóide de epidídimo.
Conclusão: O tumor adenomatóide do epidídimo é raro, tem origem mesotelial e é a neoplasia paratesticular mais frequente. Apesar de benigna e com mínimo potencial de metástases, existe risco de invasão local das estruturas adjacentes. Por isso, o diagnóstico de tumoração no epidídimo após exames clínico e de imagem é indicativo de epididimectomia.

Palavra Chave 1

TUMOR ADENOMATÓIDE

Palavra Chave 2

EPIDIDIMO

Palavra Chave

NÓDULO PARATESTICULAR

Área

ONCOLOGIA

Autores

ALEXANDRE NEVES FURTADO, WARLEY CRISTIANO SOUZA, GABRIEL HENRIQUE OLIVEIRA ANDRADE, FELIPE MAGALHÃES CÂMARA, PAULO ROBERTO ALVES

Local
do Evento

Centro de Convenções UFOP - R. Diogo de Vasconcelos, 328 Ouro Preto - MG, 35400-000
centrodeconvencoesufop.com.br

INICIATIVA E REALIZAÇÃO

Sociedade Brasileira de Urologia

PRODUÇÃO E GERENCIAMENTO

RV Mais Promoção e Eventos

AGÊNCIA OFICIAL

Ecology

ENTIDADES APOIADORAS

SBU
SBOC
SBRT
UNIMED